Saiba mais
Idioma
Menu
Menu
Idioma

Em Pavilhão PET VET empresas já comemoram boas chances de negócio

Além da série de palestras, empresas expositoras do pavilhão PET VET mostram lançamentos e produtos para modernizar diagnósticos e tratamentos de saúde e nutrição animal.
A reformulação que estreia na edição 2018 da Pet South America atende um mercado que almejava por um evento com atenção especial aos profissionais veterinários.

De acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), o Brasil é o país com maior quantidade de profissionais de medicina veterinária no mundo. São mais de 122 mil médicos-veterinários e quase 9 mil zootecnistas. Com isso em mente, o novo modelo da feira e seu exclusivo pavilhão PET VET traz uma programação robusta, com foco em atualização profissional para esse tipo de público. Pet South America e PET VET vão até 23 de agosto, no São Paulo Expo, com organização da NürnbergMesse.

Mesmo em contexto de crise, expositores registram aumento no volume de negócios

Mais do que simplesmente trazer as últimas novidades diagnósticas para médicos-veterinários, zootecnistas, técnicos e donos de clínicas e hospitais, a PET VET é também uma excelente oportunidade para fazer negócios e estabelecer parcerias.

Apesar da crise econômica atual, a expectativa é de crescimento, segundo expositores. "A feira está extremamente interessante para nós. Já temos 50 clientes fortemente interessados, e até às 15h de hoje (22), já fechamos dois negócios. Mesmo nesse contexto de crise, nossa expectativa é de aumento na procura. No ano passado, no pós-feira, por exemplo, fechamos mais de R$ 800 mil, e a expectativa é que superemos esse número em 20% este ano", diz Job Jr, especialista de Produtos da Konimagem, distribuidora especializada na área de diagnóstico por imagem.

Outro cliente satisfeito com os números é a fabricante CDK, que atua no mercado de raios-X e tem apresentado soluções de ponta em radiologia veterinária na feira. "Para nós, foi positivo o fato de a PET South America e a PET VET estarem em pavilhões diferentes, pois nosso público, de veterinários, é mais focado. Nosso material tem sido muito bem-recebido graças à qualidade, mas acredito que receber um público mais especializado foi um elemento a mais nesse sentido. Temos uma média de 20 a 25% de acréscimo nos negócios em relação a 2017. Em valores, estamos passando de R$ 1 milhão em orçamentos até agora", conta o diretor comercial Mauro Barroso.

Saúde é o que interessa: novidades tecnológicas e medicamentos de ponta agitam a PET VET

"O sérum é caracterizado por aquele toque seco: você passa o produto, de uso diário, e em poucos segundos, a pele já está sequinha, feito para reconstruir a barreira cutânea, o que o torna um grande adjuvante no tratamento de animais atópicos", descreve Gisele Jardim, gerente nacional de Negócios da SoftCare. "Nosso contador já vem com um software veterinário e utiliza somente dois tipos de reagentes, o que gera um custo por teste na faixa de R$ 1,79, bem abaixo de outros equipamentos", conta Luciana Francisco, gerente comercial da MEDMAX. "Nosso software se conecta a equipamentos médicos de imagens, como ultrassom, raio-X e eletro, e as imagens vão para a nuvem, em uma plataforma web, onde o médico poderá logar e verificá-las, com segurança e de forma adequada", diz Jihan Zoghbi, CEO da Doctor TIS. "Nosso produto é exclusivo no mercado como medicamento veterinário homeopático para controle de glaucomas, conjuntivites e outros problemas oculares", anuncia Suellenn Bittencourt, do departamento técnico comercial da Arenales.

O K-Treat, um sérum que protege a pele, garante recuperação cutânea e tem como agente ativo o baobá, árvore que aparece no filme O Rei Leão; o contador hematológico automático da MEDMAX, pré-configurado para oito tipos de mamíferos e que fornece resultados de testes sanguíneos confiáveis a baixo custo; o Dr. Nuvem, software que guarda na nuvem os resultados e laudos em um ambiente seguro, confiável e adequado à visualização e diagnóstico; e o Fator Occulum, medicamento homeopático para glaucoma, conjuntivite e outros problemas oculares são apenas algumas das novidades em saúde animal que estão disponíveis na PET VET.

Novidades para garantir a boa saúde ou o melhor tratamento para nossos melhores amigos não faltam. A ideia, além de prover bem-estar para os bichinhos, é propiciar ferramentas modernas e tecnologia de ponta para auxiliar veterinários, técnicos, clínicas e hospitais a proverem um diagnóstico mais rápido e confiável e, portanto, um tratamento mais adequado a cada caso. Tem até um Hospital Design, que mostra tudo que um hospital veterinário ideal deveria ter, com internação, centro cirúrgico, UTI, laboratório e salas de exames com as últimas tendências em saúde e tecnologia. O evento e o ciclo de apresentações encerram-se nesta quinta-feira (23).